Exportação de cosméticos a Europa

Atualmente, a introdução de produtos farmacêuticos e cosméticos na União Européia (UE) exige que um “laboratório importador ” ou um “importador” com pessoal qualificado certifique a qualidade e rotule os produtos de acordo com a legislação de cada país europeu. Sendo assim, iremos precisar:
1. Realizar auditoria na fábrica brasileira para avaliar se os produtos cosméticos estão sendo produzidos de acordo com as normas de correta fabricação aplicadas na União Europeia. Também dar suporte caso algumas alterações sejam necessárias.
2. Preparar a documentação e questões regulatórias para a importação:
* Revisão do rótulo dos produtos cosméticos.
* Elaboração do expediente de informação sobre o produto cosmético (PIF) que inclui a ficha de segurança.
* Cadastro da filial brasileira no Portal Europeu de Notificação de Produtos Cosméticos.
* Realização da declaração dos produtos cosméticos em nome da empresa filial na Espanha.
3. Auditar o sistema de qualidade da filial espanhola, incluindo auditoria do armazém.
4. Dar suporte à filial na preparação e apresentação da “Declaração Responsável” junto a “Agencia Española de Medicamentos y Productos Sanitarios”.
Mais informação aqui.

Sobre Inkemia Brasil

Centro Tecnológico focado em criar, desenvolver e transferir novos conhecimentos para os setores, Farmacêutico, Químico, Biotecnológico, Alimentício...
Esse post foi publicado em serviços. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s