Best Cases: Desenho de veículo para aplicação de ativos cosmecêuticos

Uma empresa do setor de biotecnologia, especializada na investigação e desenvolvimento de compostos com atividade cosmecêutica, se propôs a aplicar uma preparação cosmética com características altamente inovadoras. No entanto, a natureza da preparação e formas de fazer chegar o princípio ativo no local de ação constituiu uma importante barreira para o uso eficaz deste composto.Trabajando

Esta companhia tinha identificado e investigado uma grande variedade de veículos e tecnologias para a aplicação do produto, mas descobriram que estes veículos não eram inteiramente eficazes. Por esta razão, a empresa em questão consultou especialistas da InKemia para ajudá-la a desenvolver uma estratégia abrangente que pudesse obter uma melhor formulação do produto final. Isto requereu uma estratégia que incluía várias técnicas que poderiam ser otimizadas:

  • Veiculação do ativo: formulação de liposomas especiais cuja formulação permitia a penetração dérmica adequada.
  • Proteção e derivatização dos lipossomas: Prepararam-se proteínas quiméricas que incluíam anticorpos que reconhecem o alvo. Estas quimeras foram quimicamente e fisicamente compatíveis com os lipossomas e a microbiota da pele, e não gerava
    uma resposta imune.

Esta estratégia global envolveu a aplicação de técnicas de microbiologia molecular, bioquímica, biologia molecular e da formulação farmacêutica que terminaram com a obtenção de várias formulações (lipossomas conjugados com anticorpos) que permitiram
uma liberação controlada e específica para o ingrediente activo da empresa de biotecnologia.

Com base nos métodos descritos na Farmacopeia Europeia para o controle de qualidade dos extratos das diferentes plantas, foi desenvolvido um método HPLC que se destinava a controlar e quantificar os ativos dos extratos. Para fazer isso, primeiro se desenvolveram as matérias primas inclusas no líquido impregnado nas toalhinhas oculares com padrões dos princípios ativos presentes em maior proporção nos extratos. Como última etapa, desenvolveu-se um procedimento que permitia extrair os ativos do produto para limpeza ocular e quantificá-los por HPLC.

Sobre Inkemia Brasil

Centro Tecnológico focado em criar, desenvolver e transferir novos conhecimentos para os setores, Farmacêutico, Químico, Biotecnológico, Alimentício...
Esse post foi publicado em serviços. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s